Páginas


Esta iniciativa consite em ações que possibilitem momentos de reflexão e construção pedagogica, abrangendo ainda propostas significativas para a prática cotidiana do educadores. De acordo com o contexto escolar e vivências as ideias e sugestões podem ser adequadas as necessidades reais nas expectativas de educadores e educandos

15 de jan de 2013

APRENDENDO A LER COM O JORNAL


Jornal: material barato, fácil de encontrar, rico em signos verbais e não-verbais.

APRENDENDO COM O JORNAL

A escritora francesa Nicole Herr publicou, pela editora Dimensão, dois livros inteiramente dedicados ao uso do jornal como material de apoio à escola: Aprendendo a ler com o jornal e 100 fichas práticas para explorar o jornal na sala de aula. Conheça, a seguir, algumas entre as centenas de idéias sugeridas pela autora. Os exemplos aqui transcritos, embora fragmentados (no livro, cada atividade encontra-se inserida em unidades com conteúdos completos), foram selecionados segundo sua viabilidade para utilização independente do contexto geral da obra.

  • Fazer a criança pegar dois papéis (um deles, o papel-jornal) de dimensões idênticas. Ela deve sentir a diferença ao tocá-los, depois manipulá-los e, finalmente, reconhecer, com os olhos fechados somente tocando, o papel-jornal. Proceder da mesma forma pelo barulho, pelo olfato e pela visão.
  • Colocar à disposição das crianças suportes de escrita muito diferentes: anuário, enciclopédia, revista de TV, propagandas, receitas de cozinha, manuais de montagens, fichas de encomendas... Fazer conhecer os nomes dos suportes.
  • A partir dos cabeçalhos de jornais locais: escrever o nome dos jornais; referenciar o preço deles; informar-se sobre os preços de 1 litro de leite, 1 bisnaga de pão, 1 quilo de café; comparar cada preço com o do jornal diário.
  • Contornar na primeira página: o nome, com negro; as manchetes, com vermelho; as ilustrações, com azul; as propagandas, com amarelo.
  • Observar rapidamente uma ilustração jornalística. Fazer desaparecer a imagem. Responder às questões: situar o lugar, o momento, as personagens (roupa, idades, profissões...), a ação etc.
  • Fazer um estudo comparativo de fotos encontradas em diferentes jornais sobre o mesmo tema.
  • Escolher jornais regionais cujos nomes evocam cidades ou regiões conhecidas das crianças: Correio Brasiliense, Jornal de Brasília, Folha de S. Paulo, Estado de Minas, Diário de Pernambuco etc. A partir de um mapa político, localizar os nomes dos jornais de sua região e nomes de jornais conhecidos de outras regiões.
  • Recortar e classificar, por categorias, imagens de imprensa: fotografias, logotipos, desenhos, esquemas, símbolos...
  • Pela leitura de uma imagem recortada que ilustra um artigo de imprensa, emitir hipóteses sobre o conteúdo correspondente; escrever uma legenda e compará-la com a verdadeira legenda; ler ou pedir que leiam a matéria.
  • Ler uma matéria curta ilustrada cuja imagem esteja escondida. Imaginar a ilustração e depois comparar suas hipóteses com a imagem da matéria
  • Recortar as propagandas de um jornal. Definir os alvos privilegiados dessas propagandas (ex.: homens => carros/mulheres => alimentação, objetos domésticos...).
  • Tendo separado títulos e matérias, associar cada título à sua matéria. Justificar no título a escolha da pontuação, do estilo, do conteúdo com relação ao sentido da matéria.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Faça Seu Comentário sem Medo
- Não Xingar ou Ofender os Usuários
- Faça Perguntas a Vontade