Páginas


Esta iniciativa consite em ações que possibilitem momentos de reflexão e construção pedagogica, abrangendo ainda propostas significativas para a prática cotidiana do educadores. De acordo com o contexto escolar e vivências as ideias e sugestões podem ser adequadas as necessidades reais nas expectativas de educadores e educandos

28 de out de 2013

No pé da Política: Atualização da LDB - LEI Nº 12.796, DE 4 DE ABRIL ...

No início deste mês entrou em vigor a atualização da Lei deDiretrizes e Bases da Educação. As principais alterações foram a inserção de crianças com quatro anos na escola e a inserção de crianças com transtorno global do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação no Capítulo V - Da Educação Especial.


Passa a ser obrigatória, a partir desta data, a matrícula de crianças de quatro anos na escolas. Quando publicada em 1996, essa idade era de sete anos, e em 2005 em outra alteração, passou a ser 6 anos. De acordo com o que foi estabelecido na lei a educação básica é obrigatória e gratuita dos 4 aos 17 anos de idade, organizada em pré-escola; ensino fundamental; ensino médio. A criança deverá passar no mínimo 4 horas diárias na escola, podendo se estender para 7 horas quando período integral. Divididos em 200 dias letivos. A criança deve cumprir uma frequência mínima de 60% do total de horas. E é obrigatória a expedição de documentação pelas instituições de ensino, que permita atestar os processos de desenvolvimento e aprendizagem da criança, não tendo como objetivo aprovar ou reprovar o aluno.


Em relação às alterações referentes a educação especial, agora a lei diz que “Entende-se por educação especial, (...) a modalidade de educação escolar oferecida preferencialmente na rede regular de ensino, para educandos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação” e não mais apenas para alunos com “necessidades especiais”. O termo “necessidades especiais” configura pessoas com necessidades temporárias, como grávidas por exemplo. O termo correto a ser utilizado é pessoas com deficiência, e também não mais “portadoras de deficiências”, pois as pessoas não “portam” suas deficiências e sim as tem.


Inserir crianças com transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação na educação especial significa incluir alunos com os diferentes transtornos do espectro autista, as psicoses infantis,a Síndrome de Asperger, a Síndrome de Kanner e a Síndrome de Rett.


Outra alteração importante na LDB é a preocupação com a formação de profissionais para trabalhar na educação. Criando ou oficializando em lei incentivos a formação de licenciados. De acordo com a lei, “A União, o Distrito Federal, os Estados e os Municípios adotarão mecanismos facilitadores de acesso e permanência em cursos de formação de docentes em nível superior para atuar na educação básica pública.”, o que já é feito através do Prouni e FIES. E em outro parágrafo diz que “(...) incentivarão a formação de profissionais do magistério para atuar na educação básica pública mediante programa institucional de bolsa de iniciação à docência a estudantes matriculados em cursos de licenciatura, de graduação plena, nas instituições de educação superior”, o que já é feito por meio doPIBID.


Ainda é necessário se pensar se essas alterações são válidas ou não. Matricular crianças ainda mais novas na escola realmente mudará o problema em relação a alfabetização? Isso não passa por interesses econômicos? A matrícula de crianças de 4 anos nas escolas não possibilita aos seus pais trabalharem mais e assim movimentarem a economia do país? Em relação a educação especial, seria esse o ponto mais relevante a ser alterado? Nos restam os questionamentos.

Fonte:http://politicanupep.blogspot.com.br/2013/04/atualizacao-da-ldb-lei-n-12796-de-4-de.html

27 de out de 2013

Pirâmide do Aprendizado

Quer saber o segredo das pessoas que gabaritam uma prova ou se dão bem sem estudar 24 horas por dia? A chave do sucesso não está no quanto você estuda, mas como você estuda. Todo mundo sabe que enfiar a cara num livro e ficar assim por horas ajuda, mas logo você vai estar bocejando e olhando pro teto. Nosso cérebro tem mais facilidade de memorizar dados conforme o tipo de impressão que eles nos causam. Já reparou como você lembra da cena de um filme que viu há dois anos, mas não lembra do que a professora disse há dois dias? Isso acontece porque a impressão que temos de um filme é auditiva e visual, a da professora é, geralmente, só auditiva. Veja o esquema abaixo e entenda como as coisas funcionam.

Entenderam? Agora você já pode pensar em novas formas de estudar que sejam mais eficientes que noites em claro com o livro aberto. Lembrem-se, estudar de modo ativo é o caminho certo!

créditos:http://binfoutil.blogspot.com.br/2012/07/piramide-do-aprendizado.html

22 de out de 2013

DEVER DE CADA ETAPA DA EDUCAÇÃO BÁSICA



Educação Infantil

"Criar condições para satisfazer as necessidades básicas da criança, proporcionando-lhe um espaço de bem-estar físico, afetivo, social e intelectual, onde vivencia atividades lúdicas que estimulam sua curiosidade, levando a novas descobertas e novas relações".

Educação fundamental (1ª a 4ª série)

Desenvolver Cidadania e Responsabilidade.
Respeitando o dinamismo do adolescente o Colégio Anchieta -Objetivo motiva e diversifica o sistema. O aluno aprende a formar sua opinião através de atividades extracurriculares como:


Educação fundamental (5ª a 8ª série)

"Proporcionar ao educando a formação necessária ao desenvolvimento de sua potencialidade como elemento de auto-realização; possibilitar sondagens de aptidões, ofertas de informações, aquisição de habilidades, criar condições e veicular informações que possibilitem o exercício consciente da cidadania".

Ensino médio

"A formação integral do adolescente e o desenvolvimento das potencialidades que envolvem as capacidades de: observação, reflexão, criação, discriminação de valores, julgamento, comunicação, convívio, cooperação, decisão e ação".


RESUMO AUTORES SÓ OS PONTOS FORTES : ROMUALDO, Hoffmann, Luis C. Freitas,CHARLES HADJI, PHILIPPE PERRENOUD, ALARCÃO, KHOL,FREIRE, SELMA PIMENTA, MARIA INÊS COELHO, THULER, LENER, COLOMER, COLL, LEVY

ROMUALDO- Defende avaliação externa, SAEB, SARESP, BRASIL, essas avaliações dão uma devolutiva, é extremamente importante para o Brasil, através das avaliações o governo oferece formação para os professores, qualificação, para melhorar a qualidade na educação.

PARA ROMUALDO:

♦ Avaliação é medida e testagem

♦ Testagem – utilizar outros dados, não só as avaliações

♦ Processual e ponto de partida

♦ Desempenho

♦ Avaliação externa tem que transformar.


JUSSARA HOFFMANNLIVRO RESPEITAR PRIMEIRO, EDUCAR DEPOIS

♦ Avaliação mediadora

♦ Erro é produtivo e fecundo, produz intervenção

♦ Avaliação é diagnóstica

♦ Abordagem planejada

♦ As provas devem ser diversificadas

♦ Provas com objetivos, “o que eu quero dessa prova”

♦ Não usar pegadinhas e sim buscar estratégias mobilizadoras

♦ Busque o tempo e o espaço

♦ Quando o aluno tem meu respeito, acontece o educar, caso contrário o educar ficará comprometido.

♦ Avaliar é processo, não é conclusão

♦ Avaliar é incluir e não excluir

♦ O melhor modelo de avaliação é o que leva, leitura de imagem, completar, dissertar, alternativas, é uma prova diferenciada com vários tipos de linguagens, onde o aluno pode resolver de acordo com suas habilidades

♦ Só a prova tradicional é retrocesso

.♦ Elaborar prova benéfica.

♦ Dosar o tamanho da prova (tempo é necessário para realizar a prova)



LUIS CARLOS FREITAS – LIVRO CICLOS, SERIAÇÃO E AVALIAÇÃO

Defende o ciclo - continuidade

♦ Ciclo progressão continuada (s/repetir)

♦ A U.E. tem que ter projeto pedagógico

♦ Ciclo desenvolvimento global

♦ Ciclo é gestão da U.E., envolve todos, pais, alunos, comunidade, professores

♦ Ciclo é ruptura dos modelos tradicionais

♦ Ciclo é nova prática de construção

♦ Lógica do ciclo é a sala de aula, temos que garantis tempos e espaços para todos.

♦ Ciclo é bom, é favorável e não é promoção automática

♦ Faz o desenvolvimento global do aluno.



CHARLES HADJI AVALIAÇÃO DESMISTIFICADA

♦ Avaliação desmistificada, sem mistérios, claro

♦ Avaliação interna

♦ Avaliação para ajudar e não prejudicar

♦ Avaliação é sério (abuso de poder)

♦ Avaliação formativa (aquela que forma)

♦Avaliação pode ser implícita, não declarada, espontânea, surgir no momento, no cotidiano e é aproveitado, a instituída e a formal

♦ Avaliação prognostica, avaliação o que o aluno traz.

♦ Defende o erro

♦ Avaliação diagnostica

♦ Avaliação cumulativa – somativa



PHILIPPE PERRENOUDLIVRO AGIR NA URGÊNCIA, DECIDIR NA INCERTEZA?

♦ Conhecer o PPP

♦ Os segmentos da Escola

♦ Escola da sorte – organizada, forma seres lúcidos

♦ Escola do azar – seres dissimulados, trabalha na troca, seres sabotadores.

♦ Tem que ter gestão

♦ As faculdades não estão dando conta, necessita de suporte

♦ Formação continuada para professor



IZABEL ALARCÂO
LIVRO ‘ESCOLA REFLEXIVA, PROFESSOR REFLEXIVO’

♦ Projeto (tem grupo, tem comunidade)

♦ Tomar decisões coletiva

♦ Oferece espaço (ambientes participativos)

♦ Professor pesquisador

♦ Projeto pedagógico

♦ A rápida evolução dos conhecimentos exigem de todos uma permanente aprendizagem

♦ Avalanche de informações

♦ Sociedade complexa


Marta khollivro jovens e adultos como sujeito de conhecimento e aprendizagem

♦ EJA

♦ Trabalhar no social, coletivo

♦ Repensar a faixa etária

♦ EJA – são sujeitos de conhecimentos, ou seja eles vem com um conhecimento

♦Cuidar da exclusão

♦ Pense nas especificidade do adolescente e do adulto – metodologia.

♦ resgatar competências e habilidades para aflorar.

♦ EJA é empregabilidade.


PAULO FREIRE LIVRO PEGADOGIA DA AUTONOMIA

♦ Autonomia, eu estou garantindo que o aluno tem competência

♦ Desenvolver competência, do saber fazer

♦ Ensinar exige:

• não há docência sem discência

• rigorosidade (ser cuidadoso)

• aceitar o novo

• rejeitar qualquer tipo de discriminação

• reconhecer a identidade cultura

♦ Autonomia exige bom senso, tolerância, mudança, competência e comprometimento

♦ decisões conscientes

♦ saber escutar.

♦ Formar aluno para a busca da autonomia

♦ Aluno não pode ficar sem resposta

♦Professor tem que pesquisar sempre, nunca para de estudar

♦ Relação dialógica, comunicação continua (mudança da prática)

♦ Aluno protagonista

♦Aprendizagem com ética, ou seja, ter comprometimento, respeito, identidade (reconhecer que eu estou na sala de aula em função do aluno)

♦ “ SALA DE AULA É CIRCO, E VC É O PALHAÇO” ou seja ( o aluno tem que gostar do professor) circo = a sala de aula e palhaço desperta interesse.

♦ Temos que ser alegre, ter bom senso, ser inovador, curioso.

♦ Memorização sim, mas com significado

♦ Professor é exemplo Mudanças vem através da prática

♦ Trabalhar para despertar o aluno

♦Para ensinar tem que ser humilde e tolerante, ter um olhar diferente, para transformar o educando

♦ Ensinar não é só transmitir conhecimento, mas também trabalhar a realidade dos educando, ouvi-los

♦ O conhecimento é inacabado

♦ seja comprometido com o aluno

♦ Ideologia dominante – o que a nossa sociedade impõe, a escola necessita desmascarar essa ideologia


SELMA PIMENTA USP LIVRO PROFESSOR REFLEXIVO NO BRASIL: GÊNESE E CRÍTICA DE UM CONCEITO

♦ Defende:

• Saber a origem e a critica

♦ Professor nunca esta sozinho, ele tem momentos de relfexão no coletivo

♦ Professor tem que ser reflexivo

♦ Professor – formação inicial (faculdade) para qualidade no trabalho em sala de aula

♦ Professor tem desejos e sentimentos

♦ Professor sofre influências com as avaliações

♦ Alunos e professores são avaliados

♦ Deve-se aproximar teoria e pratica.

♦ A relfexão é responsabilidade e resulta aperfeiçoamento

♦ Estágio é comprometimento, treinamento reflexivo, é sério, não apenas observador.

♦ Defende muita a formação inicial do Professor (faculdade)

♦ O resultado dos alunos, vai mexer na pratica, no trabalho do professor.

♦ A reflexão é articular teoria e pratica.

♦ Formação continuada

♦ Professora é humano.


MARIA INÊS COELHOLIVRO A EDUCAÇÃO E A FORMAÇÃO HUMANA

♦ Propõe diálogo com os educadores, tem que haver um diálogo.

♦ Discutir a desumanização dentro da escola.

♦ O protagonismo humano, valorizar os valores humanos, morais, culturais, colocar em evidências o SER

♦ Problematizar estudos e pesquisas, a partis dos problemas gerar investigações

♦ Emancipação social, tirar o Professor e o aluno do seu nível e ir para um nível melhor

♦ O trabalhador é sujeito de conhecimento de mundo, e esse sujeito é intelectual ou material.

♦ Autonomia é agir com reflexão e ação.

♦ Ensino que não seja só de sala de aula, deve ser lugar de formação

♦ Reforma e política educacionais igual cidadania.

♦Valorizar a vida, o cidadão

♦ Buscar ajuda de fora (saúde, segurança, comunidade)



MÔNICA THURLER LIVRO INOVAR NO INTERIROR DA ESCOLA

♦ Escola reflexiva

♦ Inovar dentro e fora da Escola

♦ A gestão e a comunidade vai mudar o interior da Escola

♦ Mobilização dos processos educativos

♦ Aprendizagem individual e coletiva

♦ Organizar os trabalhos com lógicas de ação e autonomia

♦ Confrontar lógica burocrática e profissional – gestão séria

♦ Nunca priorizar o burocrático e sim o profissional, o profissional é reflexivo

♦ Sugeri estratégias inovadoras como:

• auto avaliação

• descentralização de poder

• mudanças

• autonomia

♦ Descentralização é novo modelo de gestão, mudança bem sucedida.

♦ Cooperação profissional, ou seja, desvendar o egocentrismo – (delegar)

♦ Defende escola com projetos.

♦ Projeto educativo norteador, é um guia vem do governo, PCN (dispositivo, documentação legal)

♦ Projeto de escola – ações/ atividades

♦ Dimensões de um projeto:

• Capacidade individual

• participação

• representações (segmento da escola), gestão, professores, comunidade e alunos

♦ Liderança dentro da escola, a liderança não pode ser imposta é conquistada


DELIA LENER LIVRO LER E ESCREVER NA ESCOLA: O REAL, O POSSÍVEL E O NECESSÁRIO
♦ Defende :

♦ A leitura e a escrita

♦ Ler o real, (realidade do aluno) o possível e o necessário resgatar o que é fundamental

♦ Contrato didático (combinados com os alunos)

♦ Transposição didáticas (tirar de um lugar e colocar em outro, e sim intervenções

♦ Tempo é aproveitar mais, ser rigoroso na minha proposta

♦ Organização

♦ Professor tem que ser leitor

♦ Professor tem que discutir textos.

♦ Aprender a levantar vôo

♦ Combater as discriminações nas escolas, promovendo diferentes leituras

♦ Escutar é primordial, se eu escuto meu aluno eu aprendo

♦ Ler é viajar para outros mundos

♦ Ler é tirar carta de cidadania.

♦ Leitura desgarrada de propósitos, (a leitura tem que ter objetivos)

♦ Falta proposta pedagógica nos textos escolares (não atende os interesses)

♦ Ela (Délia) não é favorável aos livros didáticos

♦ Usar somente como consulta (livros didáticos)


TERESA COLOMER LIVRO ENSINAR A LER, ENSINAR A COMPREENDER

♦ Defende:

♦ O ato de ler

♦ Ler é raciocínio interpretativo

♦ é formação de individuo

♦ destaca a memória

♦ memorização a curto e longo prazo (mas significativa)

♦ ensino e aprendizagem da leitura

♦ defende oralizar , só se tiver especificidade.

♦ a leitura tem que ter planejamento e estar relacionada com o trabalho da escola

♦ a leitura amplia repertório

♦ leitura de mundo

♦ erro é avanço (sai de um nível para outro)


CESAR COLL
LIVRO PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO VIRTUAL

♦ defensor das novas tecnologias (TICs)

♦ Aprendizagem construtiva

♦ Para aprender tem que construir

♦ Trazer a prática para a sala de aula.

♦ aprender colaborativo

♦ trabalhar em grupo (misto)

♦ construção de conhecimento (através da prática)

♦ linguagem da internet

♦ tem que haver nas escolas melhorias nas infra-estruturas tecnológicas

♦ economia global, o mundo digitalizado favorece a economia.

♦ professor com olhar pedagógico, organizador e técnico

♦ discutir o excesso de informações (infosificação)

♦ não temos tempo para reflexão

♦ garantir o cognitivo e o sócio-cognitivo

♦ ter o lado humano presente

♦ sair da competência individual para o cooperação

♦ professores são descréditos nas novas tecnologias, (não dominam) em relação ao aluno, o professor acha que a internet não é seguro.



PIERR LEVYLIVRO CIBERCULTURA

♦ Cibercultura = a internet como espaço de cultura (conhecimentos)

♦ a importância das TICs

♦ discuti que a sociedade tem que trabalhar essas novas tecnologias

♦ é impossível separar o lado humano das novas tecnologias, estão o tempo todo presentes.

♦ cibercultura é veneno ou remédio – dependo do uso

♦ defende que as novas tecnologias mudaram os som e as músicas (todo tipo de música é aceito/conhecido) – modernizou

♦ favorável as artes

♦ globalização da música

♦ defende musica oral, escrita e gravada como exemplos de audição

♦ papel da escola é orientar, trabalhar a informática para desenvolver a criatividade

21 de out de 2013

ARTE- EDUCAÇÃO PARA QUÊ?

RAZÕES PARA ENSINAR ARTE

A educação é uma das ações que definem nossa humanidade: o ser humano transcende seu status animal pois vai além dos instintos: compreende, reelabora, reflete, cria e recria, critica, aprende, ensina. A busca do homem através da história é sempre uma busca de compreender e transformar a realidade.

Já foi dito que uma característica distintiva do ser humano é a necessidade do supérfluo. O que ultrapassa os limites das necessidades básicas essenciais à sobrevivência e coloca-se no campo da atribuição de sentido é o que nos torna humanos. A admiração diante de um por do sol, a necessidade de deixar uma marca que dure além do efêmero tempo de nossa existência, o incômodo diante da desorganização e a valorização de uma certa ordem individual, o espanto diante do inusitado, a apreciação da beleza, a reflexão sobre o que é diferente e nos provoca... todos os seres humanos vivenciam essas situações ao longo de suas vidas, pois são constituídos de dimensões físicas, cognitivas, emocionais, sociais, éticas e estéticas.

Essa característica pluridimensional do ser humano por si só já seria válida para justificar a importância da arte na educação, já que sua ausência não favoreceria um desenvolvimento integral da pessoa, um dos principais objetivos da educação. Mas além desse fator há outros que valem a pena serem lembrados.

A arte é cultura. É fruto de sujeitos que expressam sua visão de mundo, visão esta que está atrelada a concepções, princípios, espaços, tempos, vivências. O contato com a arte de diversos períodos históricos e de outros lugares e regiões amplia a visão de mundo, enriquece o repertório estético, favorece a criação de vínculos com realidades diversas e assim propicia uma cultura de tolerância, de valorização da diversidade, de respeito mútuo, podendo contribuir para uma cultura de paz. O conhecimento da arte produzida em sua própria cultura permite ao sujeito conhecer-se a si mesmo, percebendo-se como ser histórico que mantém conexões com o passado, que é capaz de intervir modificando o futuro, que toma consciência de suas concepções e idéias, podendo escolher criticamente seus princípios, superar preconceitos e agir socialmente para transformar a sociedade da qual faz parte.

Além das já referidas justificativas ontológicas e culturais para a importância da arte na educação, cabe falar da dimensão simbólica da arte, de seu poder expressivo de representar idéias através de linguagens particulares, como a literatura, a dança, a música, o teatro, a arquitetura, a fotografia, o desenho, a pintura, entre outras formas expressivas que a arte assume em nosso dia-a-dia.

Essas formas são linguagens criadas pela humanidade para expressar a realidade percebida, sentida ou imaginada, e como linguagens que são, têm suas próprias estruturas simbólicas que envolvem elementos tais como espaço, forma, luz e sombra em artes visuais, timbre, ritmo, altura e intensidade em música, entre outros elementos inerentes a outras linguagens da arte. Ora, o conhecimento dessas estruturas simbólicas não é evidente aos alunos, nem se constrói espontaneamente através da livre expressão, mas precisam ser ensinados. O ensino das linguagens da arte cabe também à escola, embora não apenas a ela.

Um outro argumento em defesa da arte na educação passa pela sua importância ao desenvolvimento cognitivo dos aprendizes, pois o conhecimento em arte amplia as possibilidades de compreensão do mundo e colabora para um melhor entendimento dos conteúdos relacionados a outras áreas do conhecimento, tais como matemática, línguas, história e geografia. Um exemplo mais evidente é a melhor compreensão da história, de seus determinantes e desdobramentos através do conhecimento da história da arte e das idéias sobre as quais os movimentos artísticos se desenvolveram. Não existe dicotomia entre arte e ciência, entre pensar e sentir, entre criar e sistematizar, e a fragmentação do conhecimento é uma falácia que tem estado presente na educação, devendo ser superada, pois o ser humano é íntegro e total.

Diante de tal importância que a arte assume na educação, pode-se fazer uma revisão crítica do que a escola tem alcançado em termos de ensino da arte.
Temos conseguido valorizar nos alunos sua expressividade e potencial criativo? Temos sabido perceber, compreender e avaliar suas idéias sobre as linguagens artísticas? Temos desenvolvido nosso próprio percurso em artes de tal modo que conheçamos os conteúdos, os objetivos e os métodos para ensinar cada uma das linguagens artísticas? Temos tido suficiente bagagem teórico-conceitual para identificar o momento que cada educando vivencia em sua construção de conhecimento sobre a arte e fazer intervenções que lhe permitam avançar? Temos sabido incentivar a formação cultural de nossos educandos e ajudá-los a perceberem-se como sujeitos de cultura?

Creio que estamos vivenciando um momento histórico de grande importância na educação como um todo e na arte-educação especificamente: o desafio de superar concepções tecnicistas e utilitaristas, mas também de ir além do “deixar fazer” e da livre expressão apenas, para reconhecer que a arte tem características próprias que devem ser melhor conhecidas pelos educadores, que tem objetivos próprios e seus próprios métodos. Será que nós tivemos, em nossa educação, acesso à arte? E que acesso foi esse? Estamos reconstruindo o ensino da arte, não com base no que aprendemos na escola, mas no conhecimento que estamos a construir agora.

Nós, como educadores, precisamos aprender mais para ensinar melhor. Cada um de nós deverá ser um construtor de conhecimentos e um semeador de idéias e práticas que, esperamos, darão frutos no futuro.

19 de out de 2013

VOCÊ QUER PASSAR EM CONCURSOS?

Este PLANEJAMENTO... tem todos os segredos, macetes, enfim, o “pulo do gato” para levá-lo a uma brilhante aprovação.
Destina-se, especialmente, a jovens esforçados, estudiosos, responsáveis e que sonham com um futuro melhor para “si” e seus familiares.
Portanto, não servirá, de modo algum, para quem é comodista, preguiçoso, relaxado, afinal, para quem não quer “nada com nada”!
Para cumprir com eficiência cada uma das etapas, é indispensável que o candidato tenha computador e Internet em casa.


PRIMEIRA PARTE.


  • DICAS PRECIOSAS SOBRE CONCURSOS.

Como já dei muitos cursos para os mais variados tipos de concursos, o que me forneceu uma grande experiência na área, dedico este PLANEJAMENTO... às pessoas que pretendem ingressar num bom emprego, sobretudo por intermédio de concurso público.
Vale lembrar que o maior índice de aprovação de candidatos a concursos na história de Ipiaú, BA foi obtido por meio de um curso ministrado por mim.

  • HORÁRIOS DE ESTUDO.

Segunda-feira a sábado: 8h às 12h, 13h30min às 19h15min e 20h às 24h.

  • TIPO DE CONCURSO.

Prefira os concursos da área jurídica.
São os que melhor pagam e proporcionam maior estabilidade.

  • DEUS.

Acredite sempre em Deus, que Ele o ajudará.
Mas lembre-se de que Deus “só ajuda a quem se ajuda”, ou “a quem cedo madruga”.
Isto é, terá de estudar muito para merecer a proteção divina.

  • MELHOR CONCURSO.

Deixe o amor próprio e a vaidade de lado e faça sempre o concurso mais fácil, mesmo que o salário seja inicialmente menor.
Estando no emprego, já emocional e financeiramente estável, poderá então fazer concursos externos para conseguir melhores remunerações.

  • VESTIBULAR.

Quer um conselho fraternal de amigo “do peito”?
Assim que concluir o Ensino Médio, dê preferência absoluta aos concursos.
Quanto ao vestibular, poderá fazê-lo depois que já estiver trabalhando, com seu futuro e o de sua família assegurados.
Diploma de curso universitário não é garantia de emprego para ninguém!

  • BANHO FRIO.

Se tomar banho quente, vai ficar o dia todo desanimado, com o corpo mole e “morrendo” de preguiça.
Já o banho frio é estimulante e o deixará muito mais apto e disposto para estudar.
Como vê, para se obter sucesso nos estudos é preciso contar com uma série de fatores favoráveis e positivos.

  • ATIVIDADE FÍSICA.

A atividade física controla a ansiedade e aumenta a auto-estima.
Pratique exercícios físicos, de preferência de segunda a sexta-feira, e terá muito mais disposição para estudar.
Escolha a atividade que mais lhe agrada (sugiro-lhe caminhadas ou corridas, inicialmente) e comece a praticá-las aos poucos, sem forçar muito.
Lembre-se de que não é um atleta que está treinando para as Olimpíadas!

  • TURISTA.

Turista (aventureiro) é o candidato que só estuda após as inscrições.
Jamais será aprovado em qualquer concurso, por mais fácil que seja.
Conheço algumas pessoas em Ipiaú que fazem concursos há mais de vinte anos (pode?!).
Estão envelhecendo, frustrando-se, sentindo-se cada vez menos inteligentes, mas ainda não “caíram na real”.
Falta-lhes ligar o “desconfiômetro” e tomar “simancol”!

  • SAÚDE.

Jamais se descuide da saúde.
Não compensa varar madrugadas ou deixar de comer para estudar.
Deitar e levantar cedo, dormir pelo menos sete horas por noite e alimentar-se adequadamente, também fazem parte da preparação para as provas.
Praticar esportes, além de distrair a mente, alivia o estresse. A liberação de substâncias naturais (endorfinas) relaxa o sistema nervoso central e aumenta a capacidade de concentração.

  • CURSINHO.

Se fez os cursos Fundamental e Médio em colégio sério e conceituado e tem boa base em Português e Matemática, economize seu dinheiro: não é preciso fazer cursinho.
Filhinhos de papai e turistas (os preguiçosos, que só tiravam notas baixas quando estudavam) adoram cursinhos!
Estude sozinho, em bons livros, que obterá êxito.
A força de vontade, o empenho desmedido, a gana de vencer e, particularmente, a fé inabalável em Deus, fazem milagre!

  • GARRA.

Creia em sua capacidade para superar todas as adversidades.
Esteja certo de que, com muito esforço e perseverança, alcançará seus objetivos.
Não é preciso ser gênio para lograr êxito num concurso — basta ter força de vontade, estudar ininterruptamente em bons livros e não desanimar jamais.
Se, depois de um tempo considerável de estudo, não tiver conseguido aprovação ainda, não se sinta fracassado. É normal um longo período de preparação.
Insista sempre e faça outros concursos, que sua vez chegará.

  • PREGUIÇA. VÍCIO EM PROFESSOR.

O aprendizado individual é o mais eficaz de todos.
Sem um mínimo de esforço ninguém consegue nada na vida.
Se é desses que se porta como “filhinho de papai” e quer tudo nas mãos, o professor não vai resolver seu problema.
Fixamos a matéria, de forma definitiva, somente quando “quebramos” a cabeça sozinhos, contando apenas com a ajuda do velho e bom Deus.
A presença de um professor aumenta a velocidade de resolução dos exercícios, é confortável e pouco estressante.
Mas, por outro lado, retemos pouco da teoria.

  • LOCAL DE ESTUDO.

Não estude deitado, porque vai cair no sono.
Escolha um local tranqüilo, arejado e iluminado.
Ouvir música, só instrumental (orquestrada, clássica), bem baixinha, pode ajudá-lo a relaxar.
Quando o calor estiver incomodando, ligue o ventilador ou o ar-condicionado. O desconforto térmico leva involuntariamente à desconcentração.
Ficar deitado ou recostado na cama poderá causar-lhe sérios problemas posturais.
Fique longe de conversas e fuja de barulho e ruídos repetitivos, que tirem sua concentração.
Escolha mesa e cadeira confortáveis, que não causem dores na coluna, nos braços e nas pernas, depois de horas de estudos.

  • DEDICAÇÃO.

Para ter acesso a um bom emprego público, por meio de concurso, que é o caminho mais indicado e seguro, dedique-se de corpo e alma aos estudos durante pelo menos um ano, à base de oito horas por dia, ou mais.
Submeter-se a concurso antes desse estudo preliminar é pura aventura.
Ninguém passa em concurso apenas ajudado pelo fator sorte.
Só muito esforço e determinação farão com que chegue lá.
É como atravessar um rio caudaloso: ou fica onde está ou nada com toda a força para chegar ao outro lado; do contrário, a correnteza o levará.

  • DECORAR.

Já dizia Rui Barbosa: “A única coisa que sei é que sei estudar”.
É fundamental estudar adequadamente, dentro da técnica e com metodologia própria.
Decorar, como se papagaio fosse, nem pensar!
Quem decora, esquece tudo logo no outro dia.
O essencial é fixar a matéria, aprendê-la, assimilá-la de forma tal que fique naturalmente memorizada, mas, repito, sem decorá-la simplesmente.
Se tem dificuldade em determinado assunto, leia-o mais de uma vez e procure resumi-lo e dissecá-lo por meio de perguntas e respostas curtas e diretas.
É uma ótima técnica de estudo.

  • CONCORRÊNCIA.

Com o alto grau de desemprego no país, a concorrência entre os jovens em busca de vagas nas instituições públicas, mediante concurso, tem sido imensa, chegando a níveis absurdos.
A proporção, na maioria dos casos, é de 1.000 candidatos por vaga.
Reitero, pois, o que já afirmei antes: quem deixar para estudar na última hora vai gastar dinheiro à toa com despesas de inscrição, apostilas inúteis, locomoção e hospedagem.
Insisto: não terá a mínima possibilidade de obter sucesso e, conseqüentemente, de ser aprovado em nenhum tipo de prova.

  • APOSTILAS.

Evite estudar somente em apostilas, porque são resumidas demais e induzem à excessiva memorização sem a devida compreensão do conteúdo — a chamada decoreba.
Além de tudo, contêm uma infinidade de erros de português e são muito mal elaboradas graficamente.
As apostilas são “lançadas” no mercado editorial com a finalidade precípua de tirar proveito dos incautos.
E vou além: quem estuda só por essas apostilas de péssima qualidade que circulam pela praça nunca passará em concurso.
A aquisição de bons livros, de autores consagrados, é crucial e indispensável.

  • DESCANSO.

Após o almoço, descanse ou durma por um período de 30 a 60 minutos.
O sono tem grande importância na fixação dos conhecimentos.
Enquanto dormimos, o cérebro fixa o que foi aprendido durante o dia.
Pode estudar o dia inteiro, mas seu esforço terá sido em vão se, em seguida, não tiver uma boa noite de sono, de seis horas no mínimo.
Ninguém é de ferro ou absoluto a ponto de dispensar um tempinho de lazer.
Descanse sempre depois de um longo período debruçado sobre os livros.
Lembre-se de que bons resultados são conseguidos com 10% de inspiração, mas, principalmente, com 90% de transpiração, a saber, trabalho e muita perseverança.

  • NOTA.

Atualmente, na maioria dos concursos, não é suficiente passar raspando a trave (pela tangente), com as notas mínimas exigidas por disciplina (geralmente 5).
É preciso muito mais.
Tenho um exemplo vivo na família.
Meu filho MARCELO obteve o 15º lugar num concurso da Justiça do Trabalho e tirou notas acima de oito em todas as matérias.
Infelizmente, apesar de ter-se destacado tanto, não foi chamado para o emprego.
Portanto, quem estiver mais ou menos, regular ou bom quanto ao conteúdo, não terá a mais remota chance de obter êxito em concurso.
Hoje em dia, só logrará aprovação e, principalmente, convocação, o candidato que apresentar ótimo ou excepcional desempenho nas provas.
É a realidade nua e crua, por mais dura e cruel que pareça!

  • INTELIGÊNCIA?!

Se, desde criança, é considerado uma pessoa inteligente, agradeça a Deus todos os dias, de mãos postas para o céu, por tão preciosa dádiva!
Entretanto, ser inteligente é ter capacidade para aprender as coisas com mais facilidade, apenas isso.
Ninguém se torna inteligente por simbiose ou da noite para o dia. Mas se pode tornar inteligente dedicando-se de corpo e alma ao estudo, com pertinácia e obstinação.
Jamais se deixe levar pela ilusão e pela vaidade tola e danosa de achar que, pelo fato de ser inteligente, não precisa estudar.
Se proceder dessa maneira, estará irremediavelmente perdido.
Na ESCOLA DA VIDA conheci inúmeras pessoas tidas como inteligentíssimas que terminaram muito mal.
Algumas se tornaram alcoólatras e hoje, drogadas, vivem na rua da amargura.
Em suma, inteligentes ou não, só conseguirão vencer todos os obstáculos com bravura aqueles que se dedicarem de corpo e alma ao estudo, com muita perseverança e fé em Deus.

  • ESTUDO EM CONJUNTO.

Se tem boa base, especialmente em Português e Matemática, estude sozinho (“antes só que mal acompanhado”!).
As pessoas que gostam de estudar em conjunto, por meio de grupinhos, geralmente são fraquíssimas e não querem coisa alguma, apenas usufruir do saber de quem está mais bem preparado. Falando o português claro: são os chamados parasitas!
Em Ipiaú aconteceu um caso inacreditável, penso que inédito até no Brasil.
Uma jovem muito pobre, esforçada e estudiosa, que foi minha aluna de Matemática no Curso do Magistério, ficou dez anos fazendo concursos (afirmação dela!) em vários estados brasileiros.
Tornou-se, portanto, uma profissional de concursos!
Só foi aprovada num concurso público, da Justiça do Trabalho, seis meses depois que lhe disse para deixar de lado o bando de parasitas que fingia estudar com ela apenas para sugar seus conhecimentos.

  • UMA LIÇÃO DE VIDA.

Minha filha TRICIA, que estudou comigo para concurso, sob minha orientação, seguiu à risca todas as instruções que lhe transmiti.
Durante 8 meses, 15h em média por dia, renunciou a todo tipo de lazer para dedicar-se de corpo e alma aos estudos.
Nesse período resolveu milhares de exercícios de Português e Matemática.
Uma semana antes do concurso, perguntou-me: “Painho, será que vou passar no concurso?” Respondi-lhe, na mesma hora, sem vacilar: “TRICIA, guarde para o resto da vida o que irei dizer-lhe agora: você vai ser aprovada entre os cinco primeiros colocados, pode ter certeza”.
Pois bem, superando todas as expectativas, passou em 2º lugar no concurso da Justiça do Trabalho, na classificação geral, um dos mais difíceis do Brasil, ao qual concorreram mais de 300 mil candidatos.
Eis um caso exemplar de dedicação, persistência e amor aos estudos para ser seguido e imitado.

  • FACULDADE?!

Não quero melindrar, desestimular nem ofender ninguém, mas fazer vestibular antes de estar empregado é coisa de “filinho de papai”!
Para as pessoas pobres ou da classe média é muito mais inteligente e futuroso passar em um concurso primeiro e garantir logo seu futuro e o da família. Penso que estou dizendo o “óbvio ululante”, como diria Nélson Rodrigues. “Canudinho” universitário não é garantia de emprego para ninguém.
Da verdade, para se passar em um concurso atualmente, tem que se estudar no mínimo 5h por dia.

A ARTE DE ESTUDAR.
DIGITAÇÃO.
Para quem se submeter a um concurso público em que haja digitação — textos, tabelas, etc. —, todo cuidado é pouco.
Para início de conversa: “cata-milho” ou “catilógrafo” que não fizer um treinamento intensivo de no mínimo um mês (uma hora por dia) antes da realização da prova, não conseguirá tirar a nota mínima (5) exigida, que é eliminatória.
Conheço alguns casos tristes e lamentáveis, em Ipiaú, de jovens que foram aprovados em todas as matérias e perderam em datilografia, simplesmente por terem-na subestimado.
Digitar bem, com técnica, rapidez e corretamente, requer muita prática.
Digite, todos os dias, várias vezes, uma lição do Método de Datilografia sem Mestre, de ADEMAR NEVES, por exemplo, ou de outro autor igualmente sério, iniciando pela 1ª lição—asdfg.
O livro do ADEMAR NEVES só é encontrado em livrarias antigas, os conhecidos SEBOS, ou, então, no SITE da ESTANTE VIRTUAL: http://www.estantevirtual.com.br/buscaporautortitulo/Ademar Neves Metodo de Datilografia sem Mestre.
Só poderá passar para a lição seguinte depois de digitar a anterior sem erro algum.
Antes, porém, de começar a digitar o TEXTO Nº 1, leia as orientações que estão nas páginas iniciais do “link” DIGITAÇÃO.
Desaconselho o uso de métodos de digitação eletrônicos, como é o caso do Curso HJ de Datilografia.
PORTUGUÊS.
GRAMÁTICA.
Leia tudo o que encontrar pela frente.
A Língua Portuguesa, “flor do Lácio, inculta e bela”, não é fácil.
A única solução é estudá-la dia e noite, sem interrupção.
Ampliar o vocabulário é mais uma dica importante.
Faça uso de um bom dicionário - impresso ou, de preferência, eletrônico, em razão da economia significativa de tempo e das múltiplas ferramentas disponíveis para pesquisa - sempre que tiver dúvida quanto ao significado de algum vocábulo.
Quanto às indigestas regras gramaticais, apenas decorá-las é pura inutilidade.
Se, paralelamente, não solucionar centenas de exercícios, de nada vai valer ficar bancando o papagaio.
Resolva somente os exercícios com respostas. Eles lhe darão a possibilidade de rever todo o procedimento em caso de erro.
Essa prática, saudável e indispensável, é uma forma de sedimentar conhecimentos e fixar a matéria.
Estude os assuntos de Português que desejar, por meio do "link": MÉTODO REVOLUCIONÁRIO NO ESTUDO DA LÍNGUA PORTUGUESA, que está no meu SITE: www.sitenotadez.net.

COMPREENSÃO E INTERPRETAÇÃO DE TEXTOS.
Em qualquer concurso público ou exame vestibular, é certíssimo que haverá entre dez a quinze questões envolvendo interpretação de textos.
Quem lê muito, com certa regularidade, vai se sair muito bem.
No entanto, aqueles que têm “alergia a leitura” e nada lêem, nem sequer um simples jornal, certamente se sairão muito mal nesse tipo de quesito.
Restar-lhes-á uma única alternativa, didaticamente radical, que poderá ajudá-los a contornar parcialmente o problema.
Investir a sério, sem pena de meter as mãos no bolso, na compra de vários livros sobre interpretação de textos, de bons autores.
Estude Interpretação de Textos por meio do "link": MÉTODO REVOLUCIONÁRIO NO ESTUDO DA LÍNGUA PORTUGUESA, que está no meu SITE: www.sitenotadez.net.
LEITURA.
JORNAIS.
Versões eletrônicas, e respectivos SITES, dos principais jornais brasileiros:
ESTADÃO: http://www.estadao.com.br/
FOLHA: http://www.folha.uol.com.br/
JORNAL DO BRASIL: http://www.jb.com.br/
O GLOBO: http://oglobo.globo.com/
REVISTAS.
Versões eletrônicas, e respectivos SITES, das melhores revistas brasileiras:
CartaCapital: http://www.cartacapital.com.br/
ÉPOCA: http://revistaepoca.globo.com/
ISTOÉ: http://www.terra.com.br/istoeonline/
veja: http://veja.abril.com.br/
LIVROS.
Veja, abaixo, 212 “links” com textos de SITES maravilhosos dos mais consagrados autores literários do mundo.
É só clicar em cada um deles para ler sua obra-prima.
Ótima leitura!
1. A Divina Comédia -Dante Alighieri
2. A Comédia dos Erros -William Shakespeare
3. Poemas de Fernando Pessoa -Fernando Pessoa
4. Dom Casmurro -Machado de Assis
5. Cancioneiro -Fernando Pessoa
6. Romeu e Julieta -William Shakespeare
7. A Cartomante -Machado de Assis
8. Mensagem -Fernando Pessoa
9. A Carteira -Machado de Assis
10.  A Megera Domada -William Shakespeare
11.  A Tragédia de Hamlet, Príncipe da Dinamarca -William Shakespeare
12.  Sonho de Uma Noite de Verão -William Shakespeare
13.  O Eu profundo e os outros Eus. -Fernando Pessoa
14.  Dom Casmurro -Machado de Assis
15.  Do Livro do Desassossego -Fernando Pessoa
16.  Poesias Inéditas -Fernando Pessoa
17.  Tudo Bem Quando Termina Bem -William Shakespeare
18.  A Carta -Pero Vaz de Caminha
19.  A Igreja do Diabo -Machado de Assis
20.  Macbeth -William Shakespeare
21.  Este mundo da injustiça globalizada -José Saramago
22.  A Tempestade -William Shakespeare
23.  O pastor amoroso -Fernando Pessoa
24.  A Cidade e as Serras -José Maria Eça de Queirós
25.  Livro do Desassossego -Fernando Pessoa
26.  A Carta de Pero Vaz de Caminha -Pero Vaz de Caminha
27.  O Guardador de Rebanhos -Fernando Pessoa
28.  O Mercador de Veneza -William Shakespeare
29.  A Esfinge sem Segredo -Oscar Wilde
30.  Trabalhos de Amor Perdidos -William Shakespeare
31.  Memórias Póstumas de Brás Cubas -Machado de Assis
32.  A Mão e a Luva -Machado de Assis
33.  Arte Poética -Aristóteles
34.  Conto de Inverno -William Shakespeare
35.  Otelo, O Mouro de Veneza -William Shakespeare
36.  Antônio e Cleópatra -William Shakespeare
37.  Os Lusíadas -Luís Vaz de Camões
38.  A Metamorfose -Franz Kafka
39.  A Cartomante -Machado de Assis
40.  Rei Lear -William Shakespeare
41.  A Causa Secreta -Machado de Assis
42.  Poemas Traduzidos -Fernando Pessoa
43.  Muito Barulho Por Nada -William Shakespeare
44.  Júlio César -William Shakespeare
45.  Auto da Barca do Inferno -Gil Vicente
46.  Poemas de Álvaro de Campos -Fernando Pessoa
47.  Cancioneiro -Fernando Pessoa
48.  Catálogo de Autores Brasileiros com a Obra em Domínio Público -Fundação Biblioteca Nacional
49.  A Ela -Machado de Assis
50.  O Banqueiro Anarquista -Fernando Pessoa
51.  Dom Casmurro -Machado de Assis
52.  A Dama das Camélias -Alexandre Dumas Filho
53.  Poemas de Álvaro de Campos -Fernando Pessoa
54.  Adão e Eva -Machado de Assis
55.  A Moreninha -Joaquim Manuel de Macedo
56.  A Chinela Turca -Machado de Assis
57.  As Alegres Senhoras de Windsor -William Shakespeare
58.  Poemas Selecionados -Florbela Espanca
59.  As Vítimas-Algozes -Joaquim Manuel de Macedo
60.  Iracema -José de Alencar
61.  A Mão e a Luva -Machado de Assis
62.  Ricardo III -William Shakespeare
63.  O Alienista -Machado de Assis
64.  Poemas Inconjuntos -Fernando Pessoa
65.  A Volta ao Mundo em 80 Dias -Júlio Verne
66.  A Carteira -Machado de Assis
67.  Primeiro Fausto -Fernando Pessoa
68.  Senhora -José de Alencar
69.  A Escrava Isaura -Bernardo Guimarães
70.  Memórias Póstumas de Brás Cubas -Machado de Assis
71.  A Mensageira das Violetas -Florbela Espanca
72.  Sonetos -Luís Vaz de Camões
73.  Eu e Outras Poesias -Augusto dos Anjos
74.  Fausto -Johann Wolfgang von Goethe
75.  Iracema -José de Alencar
76.  Poemas de Ricardo Reis -Fernando Pessoa
77.  Os Maias -José Maria Eça de Queirós
78.  O Guarani -José de Alencar
79.  A Mulher de Preto -Machado de Assis
80.  A Desobediência Civil -Henry David Thoreau
81.  A Alma Encantadora das Ruas -João do Rio
82.  A Pianista -Machado de Assis
83.  Poemas em Inglês -Fernando Pessoa
84.  A Igreja do Diabo -Machado de Assis
85.  A Herança -Machado de Assis
86.  A chave -Machado de Assis
87.  Eu -Augusto dos Anjos
88.  As Primaveras -Casimiro de Abreu
89.  A Desejada das Gentes -Machado de Assis
90.  Poemas de Ricardo Reis -Fernando Pessoa
91.  Quincas Borba -Machado de Assis
92.  A Segunda Vida -Machado de Assis
93.  Os Sertões -Euclides da Cunha
94.  Poemas de Álvaro de Campos -Fernando Pessoa
95.  O Alienista -Machado de Assis
96.  Don Quixote. Vol. 1 -Miguel de Cervantes Saavedra
97.  Medida Por Medida -William Shakespeare
98.  Os Dois Cavalheiros de Verona -William Shakespeare
99.  A Alma do Lázaro -José de Alencar
100. A Vida Eterna -Machado de Assis
101. A Causa Secreta -Machado de Assis
102. 14 de Julho na Roça -Raul Pompéia
103. Divina Comedia -Dante Alighieri
104. O Crime do Padre Amaro -José Maria Eça de Queirós
105. Coriolano -William Shakespeare
106. Astúcias de Marido -Machado de Assis
107. Senhora -José de Alencar
108. Auto da Barca do Inferno -Gil Vicente
109. Noite na Taverna -Manuel Antônio Álvares de Azevedo
110. Memórias Póstumas de Brás Cubas -Machado de Assis
111. A "Não-me-toques"! -Artur Azevedo
112. Os Maias -José Maria Eça de Queirós
113. Obras Seletas -Rui Barbosa
114. A Mão e a Luva -Machado de Assis
115. Amor de Perdição -Camilo Castelo Branco
116. Aurora sem Dia -Machado de Assis
117. Édipo-Rei -Sófocles
118. O Abolicionismo -Joaquim Nabuco
119. Pai Contra Mãe -Machado de Assis
120. O Cortiço -Aluísio de Azevedo
121. Tito Andrônico -William Shakespeare
122. Adão e Eva -Machado de Assis
123. Os Sertões -Euclides da Cunha
124. Esaú e Jacó -Machado de Assis
125. Don Quixote -Miguel de Cervantes
126. Camões -Joaquim Nabuco
127. Antes que Cases -Machado de Assis
128. A melhor das noivas -Machado de Assis
129. Livro de Mágoas -Florbela Espanca
130. O Cortiço -Aluísio de Azevedo
131. A Relíquia -José Maria Eça de Queirós
132. Helena -Machado de Assis
133. Contos -José Maria Eça de Queirós
134. A Sereníssima República -Machado de Assis
135. Iliada -Homero
136. Amor de Perdição -Camilo Castelo Branco
137. A Brasileira de Prazins -Camilo Castelo Branco
138. Os Lusíadas -Luís Vaz de Camões
139. Sonetos e Outros Poemas -Manuel Maria de Barbosa du Bocage
140. Ficções do interlúdio: para além do outro oceano de Coelho Pacheco. -Fernando Pessoa
141. Anedota Pecuniária -Machado de Assis
142. A Carne -Júlio Ribeiro
143. O Primo Basílio -José Maria Eça de Queirós
144. Don Quijote -Miguel de Cervantes
145. A Volta ao Mundo em Oitenta Dias -Júlio Verne
146. A Semana -Machado de Assis
147. A viúva Sobral -Machado de Assis
148. A Princesa de Babilônia -Voltaire
149. O Navio Negreiro -Antônio Frederico de Castro Alves
150. Catálogo de Publicações da Biblioteca Nacional -Fundação Biblioteca Nacional
151. Papéis Avulsos -Machado de Assis
152. Eterna Mágoa -Augusto dos Anjos
153. Cartas D'Amor -José Maria Eça de Queirós
154. O Crime do Padre Amaro -José Maria Eça de Queirós
155. Anedota do Cabriolet -Machado de Assis
156. Canção do Exílio -Antônio Gonçalves Dias
157. A Desejada das Gentes -Machado de Assis
158. A Dama das Camélias -Alexandre Dumas Filho
159. Don Quixote. Vol. 2 -Miguel de Cervantes Saavedra
160. Almas Agradecidas -Machado de Assis
161. Cartas D'Amor - O Efêmero Feminino -José Maria Eça de Queirós
162. Contos Fluminenses -Machado de Assis
163. Odisséia -Homero
164. Quincas Borba -Machado de Assis
165. A Mulher de Preto -Machado de Assis
166. Balas de Estalo -Machado de Assis
167. A Senhora do Galvão -Machado de Assis
168. O Primo Basílio -José Maria Eça de Queirós
169. A Inglezinha Barcelos -Machado de Assis
170. Capítulos de História Colonial (1500-1800) -João Capistrano de Abreu
171. CHARNECA EM FLOR -Florbela Espanca
172. Cinco Minutos -José de Alencar
173. Memórias de um Sargento de Milícias -Manuel Antônio de Almeida
174. Lucíola -José de Alencar
175. A Parasita Azul -Machado de Assis
176. A Viuvinha -José de Alencar
177. Utopia -Thomas Morus
178. Missa do Galo -Machado de Assis
179. Espumas Flutuantes -Antônio Frederico de Castro Alves
180. História da Literatura Brasileira: Fatores da Literatura Brasileira -Sílvio Romero
181. Hamlet -William Shakespeare
182. A Ama-Seca -Artur Azevedo
183. O Espelho -Machado de Assis
184. Helena -Machado de Assis
185. As Academias de Sião -Machado de Assis
186. A Carne -Júlio Ribeiro
187. A Ilustre Casa de Ramires -José Maria Eça de Queirós
188. Como e Por Que Sou Romancista -José de Alencar
189. Antes da Missa -Machado de Assis
190. A Alma Encantadora das Ruas -João do Rio
191. A Carta -Pero Vaz de Caminha
192. LIVRO DE SÓROR SAUDADE -Florbela Espanca
193. A mulher Pálida -Machado de Assis
194. Americanas -Machado de Assis
195. Cândido -Voltaire
196. Viagens de Gulliver -Jonathan Swift
197. El Arte de la Guerra -Sun Tzu
198. Conto de Escola -Machado de Assis
199. Redondilhas -Luís Vaz de Camões
200. Iluminuras -Arthur Rimbaud
201. Schopenhauer -Thomas Mann
202. Carolina -Casimiro de Abreu
203. A esfinge sem segredo -Oscar Wilde
204. Carta de Pero Vaz de Caminha. -Pero Vaz de Caminha
205. Memorial de Aires -Machado de Assis
206. Triste Fim de Policarpo Quaresma -Afonso Henriques de Lima Barreto
207. A última receita -Machado de Assis
208. 7 Canções -Salomão Rovedo
209. Antologia -Antero de Quental
210. O Alienista -Machado de Assis
211. Outras Poesias -Augusto dos Anjos
212. Alma Inquieta -Olavo Bilac

  • BIBLIOTECAS VIRTUAIS.

SITES com centenas de TEXTOS e DOWNLOADS GRATUITOS de livros dos autores mais consagrados da Literatura Brasileira e até Mundial.
1. Portal Domínio Público-Biblioteca digital desenvolvida em software livre: 
www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/PesquisaObraForm.jsp
2. 1.000 Livros Grátis para Downloads: 
newtoncalegari.com/blog/downloads/1000-livros-gratis-para-download
ATENÇÃO. O “link” às vezes não abre, mas vale a pena insistir.
3. EAD - VIRTUAL: 330 livros para downloads: 
www.eadvirtual.com.br/moodle/mod/resource/view.php?id=572
4. Downloads de 325 livros: www.rccg.biz/Down/livros.htm
5. Biblioteca Virtual do Estudante de Língua Portuguesa-BIBVIRT: 
www.bibvirt.futuro.usp.br/index.php/textos/literatura/por_autor
6. Virtual Book Store-Literatura Brasileira: 
vbookstore.uol.com.br/nacional/index.shtml
7. A Biblioteca Virtual de Literatura: www.biblio.com.br/
8. IG LER-Notícias e downloads de livros: www.igeducacao.ig.com.br/igler/
9. Vestibulando Web Page: Obras Completas: 
www.vestibulandoweb.com.br/livros/obras.htm
10. DOWNLOADS-Pedro Coelho: 
www.pedro.coelho.nom.br/downloadslivros/livros/pg01.htm
11. Livros Online Grátis: www.tiosam.com/livros.asp
12. A Casa do Bruxo – E-books: www.casadobruxo.com.br/literatura.htm
VÍDEOS.
Outra forma interessante, eficiente e moderna de se estudar para concursos é por meio de VÍDEOS.
Veja, abaixo, os “links” dos melhores vídeos da Rede Mundial de Computadores, com dicas e aulas de várias matérias.
Para fazer a pesquisa de busca, use a palavra CONCURSOS.
Alguns vídeos demoram um pouco para abrir. Mas tenha paciência, porque vale a pena.
http://br.youtube.com/
http://www.videolog.com.br
http://video.google.com
http://br.video.yahoo.com
http://www.metacafe.com

  • MATEMÁTICA.

Os assuntos de MATEMÁTICA também precisam ser estudados com bastante antecedência.
Quando for estudá-la, lembre-se de que terá de saber, com igual desenvoltura, aritmética e álgebra, e, portanto, ter base sólida na matéria.
Há certos tipos de problemas, por exemplo, cuja solução algébrica é muito mais fácil que a aritmética.
O uso de vários livros, de autores consagrados, é indispensável para o êxito dos candidatos a concursos ou vestibulares.
Estude os assuntos de Matemática que desejar, por meio do "link": MATEMÁTICA PARA TODOS OS CONCURSOS, que está no meu SITE: www.sitenotadez.net.


  • CULTURA GERAL.

Não seja o último a saber das coisas!
Engana-se quem acredita que apenas com os livros pode se dar bem nos estudos.
A criatividade e o raciocínio são estimulados pelo informal, que, de quebra, também acaba reforçando outros assuntos.
A cultura geral abre os horizontes para as pessoas, sob vários aspectos.
Leia muito sobre temas da atualidade e troque idéias com amigos e familiares sempre que possível.
Vale a pena estar em sintonia com pontos de vista diferentes para ampliar o conhecimento e enriquecer a argumentação.
As pessoas precisam conhecer cinema, literatura, música e uma língua estrangeira e nunca desprezar uma oportunidade de se atualizar e aprender.
Se cultura geral é bom, ter habilidade no manuseio da língua materna é imprescindível.
Ler jornais, ver bons filmes, navegar na Internet, enfim, enriquecer e diversificar sua cultura vai ajudá-lo muito a se manter atualizado e a expandir suas idéias.
No mundo globalizado, tanto a formação quanto a informação são moedas de peso incalculáveis.
Por isso, corra atrás dos noticiários, das revistas e de tudo aquilo que possa ajudá-lo a ampliar sua visão de mundo.
PALAVRAS CRUZADAS.
Faça uma página de PALAVRAS-CRUZADAS todos os dias, de segunda-feira a sábado, começando pelos tipos mais fáceis, sempre conferindo as respectivas respostas.
Em pouco tempo perceberá uma considerável melhora no vocabulário, no conhecimento geral e em testes psicológicos.
JORNAIS. REVISTAS.
Não se atenha somente aos livros.
Cultive o lazer útil.
O hábito da leitura é de fundamental importância.
É uma forma de manter-se atualizado com os acontecimentos que ocorrem no Brasil e em todo o mundo.
Em vez de assistir à programação televisiva de baixo nível dos canais comerciais, leia — se possível, diariamente — jornais e revistas sérios, de alto conteúdo informativo.
TELEVISÃO.
Assistir e gravar programas de TV é também uma boa forma de adquirir conhecimento.
Os puristas acham que a televisão aliena e não traz conhecimento algum à população.
Mas nem sempre é assim.
Televisão também é cultura e não é à toa que existem emissoras voltadas para a educação e a cultura, como é o caso, por exemplo, da TV Brasil: http://www.tvcultura.com.br/, de São Paulo.
Para quem dispõe de TV a cabo, uma boa pedida é o Canal Futura: http://www.futura.org.br/, com quase toda sua programação voltada para estudantes em geral.
PROGRAMAS DE TELEVISÃO.
SEM CENSURA.
Veja o Programa SEM CENSURA todos os dias, de segunda a sexta-feira, na TV BRASIL: http://www.tvbrasil.org.br/, das 16 às 18h.
Em termos de cultura geral, é o que há de melhor no Brasil.
JORNAL NACIONAL.
Veja o Jornal Nacional: http://g1.globo.com/jornal-nacional/ todos os dias, de segunda-feira a sábado, das 20h15min às 21h.
É um noticiário jornalístico extremamente diversificado e atual, muito sério e com grande credibilidade por parte do telespectador brasileiro.
GLOBO REPÓRTER.
Veja o Globo Repórter: http://g1.globo.com/globo-reporter/ sempre que for exibido.
Além de ir ao ar, pela TV Globo, sempre às sextas-feiras, às 22h30min, é reprisado no Canal nº 40 da SKY, aos domingos, às 13h.
Trata de assuntos de interesse público em todas as áreas.
INTERNET!
Use a Internet em seus estudos.
O estudo pela Internet é rápido, eficiente e o material didático está sempre atualizado.
Realize pesquisas que possam servir como entretenimento e instrumento de aprendizagem.
No entanto, fique o mínimo possível — no máximo meia hora por dia — em salas de bate-papo ou no MSN Messenger.
O uso prolongado dessas tecnologias é extremamente prejudicial e nocivo à boa escrita de qualquer pessoa.
SITES DE LIVROS E APOSTILAS PARA CONCURSOS PÚBLICOS E PRIVADOS.
1. Apostilas Objetiva...: http://www.digshop.com.br/
2. Concurso Público...: http://www.concursopublico.com.br/
3. Concursos e Vestibulares...: http://www.submarino.com.br/menu/1201/concursos+e+vestibulares
4. Exatas...: http://www.exatas.mat.br/livros_concursospublicos.htm
5. IG Concursos...: http://concursos.ig.com.br/
6. Livros e Concursos: http://www.livroseconcursos.com.br/
7. Livros para Concursos: http://www.digshop.com.br/livros-para-concursos.asp
8. Submarino: http://www.submarino.com.br/busca?q=livros+para+concursos&dep
9. Vestcon: http://www.vestcon.com.br/concurso/
10. Balcão de Concursos...: http://www.balcaodeconcursos.com.br/livro.asp?cod=4539
11. Livraria Brasil: http://www.livrariabrasil.com/
12. Meta Concursos: http://www.metaconcursos.com.br/loja/default.asp
13. Tradepar...: http://www.tradepar.com.br/detalhes/8576600501-339.html
14. Editora Atlas...: http://www.editoraatlas.com.br/Atlas/webapp/lista_produtos.aspx?cat_cod_id=5013
15. Material de Concurso...: http://www.materialdeconcurso.com.br/melhores-livros-para-concurso-parte-8.html
16. ReLer Virtual: http://www.reler.com.br/scripts/catalogo.asp?ItemMenu=EDCon
SITES DE VÍDEOS-AULAS, AULAS EM MP3, CDs e DVDs PARA CONCURSOS PÚBLICOS E PRIVADOS.
1. Cursos com Aulas...: http://www.videoconcursos.hpg.com.br/
2. CursosVip...: http://www.cursosvip.com/
3. Ducci...: http://www.concursospublico.com.br/
4. Oi Concursos: http://oiconcursos.com/
5. Permuta Livre...: http://www.permutalivre.com.br/140476/dvds-voltados-para-varios-concursos-publicos-rio-de-janeiro.html
6. Portal de Matemática...: http://matematicapratica.com/
7. Concursos Públicos...: http://www.concursos.com.br/
8. CONCURSOS PÚBLICOS: http://www.brasilconcursos.com/index2.asp?canal=cg2
9. Elithe...: http://elitheconcursos.com/
10. Gostei: http://gostei.abril.com.br/frame/index/dicas-concursos-publicos-aulas-videos-slides-motivacao
11. Mania Concursos...: http://maniaconcursos.blogspot.com/
12. Matemática Prática…: http://matematicapratica.com/index.php/matematica-para-concursos-produtos/trechos-de-dvds.html
13. Mercado Livre Brasil...: http://lista.mercadolivre.com.br/concursos
14. Provas de Concurso Público: http://www.provasdeconcursopublico.com/
15. Provas Direcionadas...: http://www.provasdirecionadas.com/index.html
16. Provas e Concursos Públicos...: http://provaseconcursos.com.br/2009/08/videos-matematica-para-concursos-e-vestibulares-porcentagem/
17. Toda Oferta…: http://comprar.todaoferta.uol.com.br/videoaulas-preparatorias-para-concursos-publicos-NDPQRDP3SE
18. TUDO SOBRE CONCURSOS...: http://www.tudosobreconcursos.com/content/view/583/165/
19. VÍConcursos...: http://www.viconcursos.com/videos/detalhes/17/
20. Vídeo Aula...: http://www.videoaula10.com.br/
21. Vídeo aulas...: http://ananindeua.olx.com.br/video-aulas-em-dvd-para-concursos-publicos-iid-33897493
22. Aprovação…: http://www.apostilasaprovacao.com.br/index.asp?estagio=100&idcategoria=5701&IdCatMae=5701&NomeCat=Curso&idcatpai=0
23. Concurseiros do Brasil…: http://concurseirosdobrasil.net/
24. Concurso Público…: http://www.concursopublico.com.br/cd_dvd.asp
25. DVDs…: http://anuncios-classificados.net/DVDs-VIDEO-AULAS-PARA-CONCURSOS-PUBLICOS-E-VESTIBU/c27-d10-m2185-ifd4cb4a0_b9ce_4e74_84e0_ec447e8f4d2b-d.aspx
26. Professor Kanashiro...: http://www.professorkanashiro.com.br/
27. Toda Oferta...: http://comprar.todaoferta.uol.com.br/curso-de-direito-em-31-dvd-para-concursos-publicos-e-oab-1L6T1KQBXS#rmcl
28. Vídeo Cursos…: http://www.videocursosconcursos.com.br/
SITES DE PROVAS PARA CONCURSOS PÚBLICOS E PRIVADOS.
1. PCI Concursos: http://www.pciconcursos.com.br/
2. Apostilas Opção: http://www.apostilasopcao.com.br/
3. Aprovando...: http://www.aprovando.com.br/provas_concursos.asp
4. Balcão de Concursos: http://www.balcaodeconcursos.com.br/provas.asp
5. Central de Concursos: http://www.centraldeconcursos.com.br/home.asp
6. ConcursoSolução...: http://www.concursosolucao.com.br/
7. Concursos Públicos Online: http://www.concursospublicosonline.com/informacao/view/Provas-de-concursos/
8. Consulplan: http://www.consulplanmg.com/portal/index.php
9. JurisWay…: http://www.jurisway.org.br/concursos/
10. Questões de Concursos: http://www.questoesdeconcursos.com.br/
11. Vem Concursos...: http://www.vemconcursos.com/
12. Ache Concursos: http://www.acheconcursos.com.br/
13. Achei Concursos Públicos: http://www.acheiconcursos.com.br/
14. CESPE?UnB: http://www.cespe.unb.br/concursos/provas.htm
15. Provas e Concursos Públicos...: http://provaseconcursos.com.br/material-de-estudos/
16. Blogblogs...: http://blogblogs.com.br/blog/www-provaseconcursos-com-br
17. Concursos Públicos On-line: http://www.concursospublicosonline.com/
18. Provas e Concursos Públicos: http://provaseconcursos.com.br/
19. Rei da Cocada Preta...: http://www.reidacocadapreta.com.br/2009/04/14/download-especial-de-250-provas-de-concursos-publicos-baixar-gratis-com-link-direto/
SITES DE INFORMAÇÕES SOBRE CONCURSOS PÚBLICOS E PRIVADOS.
1. Aqui Concursos...: http://www.aquiconcursos.com.br/
2. Canal Concursos.Net...: http://www.canalconcursos.net/
3. Concursos Públicos On-line: http://www.concursospublicosonline.com/informacao/view/Dicas/
4. Concursos no Brasil: http://concursosnobrasil.com.br/
5. ICONCURSO: http://www.iconcurso.com.br/concursos.asp
6. Jornal dos Concursos...: http://jcconcursos.uol.com.br/
7. Resultado! Concursos...: http://www.resultadoconcursos.net/
8. Super Concurseiros...: http://www.superconcurseiros.com.br/
9. Tudo sobre Concursos: http://www.tudosobreconcursos.com/
10. Cetro Concursos Públicos...: http://www.cetroconcursos.com.br/
11. CESPE/UnB: http://www.cespe.unb.br/
12. FUNDAÇÃO CESGRANRIO: http://www.cesgranrio.org.br/eventos/concursos/concursos.html
13. Cetro Concursos...: http://www.cetroconcursos.com.br/
14. Concursos Públicos...: http://www.concursospublicos2010.com/
15. CORREIO BRAZILIENSE Concursos: http://www.concursos.correioweb.com.br/index_frame.php?http://terra.concursos.correioweb.com.br
16. Folha Dirigida: http://www.folhadirigida.com.br/script/index.asp
17. Fundação Carlos Chagas: http://www.concursosfcc.com.br/
18. IBAM...: http://www.ibam-concursos.org.br/
19. IPDEP...: http://ipdep.org.br/
20. MOURA MELO CONCURSOS: http://www.mouramelo.com.br/
21. O Melhor da Web...: http://www.omelhordaweb.net/
22. Portal de Negócios...: http://www.temdinheiro.com.br/concursos/
23. Portal de Serviços...: http://www.e.gov.br/ServInfo/ServInfo.asp?GdGrupo=22&IdGrupo=365&IdSpGrupo=22
24. Portal WYK...: http://www.wyk.com.br/site/index.php
25. UoU Concursos...: http://uouconcursos.dihitt.com.br/
26. Virtual Lost…: http://www.virtuallost.com/concursos-e-empregos/concursos-publicos/