Páginas


Esta iniciativa consite em ações que possibilitem momentos de reflexão e construção pedagogica, abrangendo ainda propostas significativas para a prática cotidiana do educadores. De acordo com o contexto escolar e vivências as ideias e sugestões podem ser adequadas as necessidades reais nas expectativas de educadores e educandos

4 de mai de 2013

Afinal, o que é aprendizagem sustentável?



Sustentabilidade é um termo abrangente, um modelo de desenvolvimento que carrega consigo diversos programas. E ‘aprendizagem’ inclui não somente o que é alcançado através dos sistemas educacionais (educação em seu sentido mais formal), mas também o que é assimilado no cotidiano, seja em casa, no trabalho ou na comunidade (Tilbury & Wortman, 2004).


As peças-chave para tal tipo de educação envolvem três pilares: a sociedade, o meio-ambiente e a economia, todas tendo a cultura como ponto de convergência (Tilbury & Wortman). Com o objetivo de encontrar soluções pragmáticas para que a educação tradicional se adapte às mudanças do planeta, a Comissão de Educação e Comunicação da IUCN – International Union for Conservation of Nature (uma das mais influentes e respeitadas organizações no campo da conservação da diversidade biológica, da preservação do meio ambiente e da gestão de recursos naturais) defende que a Educação para o Desenvolvimento Sustentável reforce os valores culturais e a utilização responsável dos recursos naturais para que a sociedade mundial encontre justiça social.
Sendo a educação o principal agente transformador da sociedade, ela precisa também transformar-se para acompanhar as mudanças tecnológicas e necessidades ambientais. O modelo tradicional do “cuspe e giz” já não segura mais a criança tecnológica. No entanto, o computador e outras ferramentas modernas não substituem a experiência alcançada através da interação com a Natureza.
Cada forma de aprender tem o seu lugar como parte do mosaico necessário para o desenvolvimento de crianças e jovens. A consciência da diversidade (social, cultural e ambiental), dos valores tradicionais, dos conhecimentos e das línguas associadas com as mais variadas formas de expressão cultural que temos espalhadas pelo mundo, passarão a determinar a forma com que a aprendizagem sustentável acontecerá nos contextos específicos de cada comunidade.
A ONU declarou em 2005 mais uma década temática, dedicada à Educação para o Desenvolvimento Sustentável (2005-2014). Esta iniciativa precisa significar mais do que apenas uma fonte de esperança.
Outros links sobre o assunto:
UNESCO
“Isso representa uma nova visão da educação capaz de ajudar pessoas de todas as idades a entender melhor o mundo em que vivem, tratando da complexidade e do interrelacionamento de problemas tais como pobreza, consumo predatório, degradação ambiental, deterioração urbana, saúde, conflitos e violação dos direitos humanos, que hoje ameaçam nosso futuro.”
“A sociedade brasileira é constituída por diferentes grupos étnico-raciais que a caracterizam, em termos culturais, como uma das mais ricas do mundo. Entretanto, sua história é marcada por desigualdades e discriminações, especificamente contra negros e indígenas, impedindo, desta forma, seu pleno desenvolvimento econômico, político e social.”
 ——————————————–
Tilbury, D. & Wortman, D. (2004). Engaging People in Sustainability, Comission of Education and Communication, IUCN, Gland, Switerland and Cambrige, UK.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

- Faça Seu Comentário sem Medo
- Não Xingar ou Ofender os Usuários
- Faça Perguntas a Vontade